Quantas pessoas já viram o blog?

domingo, 25 de dezembro de 2011

Páginas actualizadas...

O segundo capitulo da fanfic KHS já está postado na página...e os episódios de Naruto Shippuden previstos para Janeiro também já estão actualizados na página...

Novo blog

Eu criei um novo blog sobre um anime chamado Fairy Tail...se quiserem podem ir dar uma espreitadela e tornarem-se seguidores...se quiserem. Este é o link.

http://world-of-fairytail.blogspot.com/

Ele ainda está no começo.

Fanfiction- Capitulo 8- Fraqueza? Ou ponto forte?!

Algumas horas depois de tanto correr o céu começou a ficar cheio de nevoeiro. Tentei olhar à volta mas não via nada. Já nem o Shikamaru via.
-Onde vamos com este nevoeiro...não se vê nada.
(Shikamaru)- Deve haver um lago por aqui...
-Não encontro nada.
Corri sempre em frente atè que senti os meus pés a ficarem molhados.
-Encontrei...
Ele veio ter comigo.
(Shikamaru)- Vamos.
-O quê? Como? Pela água a nado?
(Shikamaru)- Asério? Não sabes que se controlares o chakra nos pés podes andar em cima da água.
-Desculpa lá mr. perfeição! Caso não saibas eu não sou ninja...quero ser...aos poucos mas isso ainda não aprendi.
(Shikamaru)- Bahh...Também levar-te às cavalitas vai ser problemático...fica ai. Não te mexas! Eu venho já.
-Espe-
Ele nem me ouviu e começou a correr por cima da água.
-Estúpido chakra! Estúpida àgua. Estúpido TUDO!
Sentei-me perto de uma árvore a apanhar uma seca.
-mmm...seca.Não se faz nada! Ele demora assim tanto? Cá para mim...
Levantei-me e espriguicei-me. O nevoeiro começou a desaparecer aos poucos achei estranho. Ouvi passos atrás de mim e olhei para trás. Do meio das árvores um rapaz meio estranho saiu e falava umas palavras baixinho. Parecia que estava a sussurar um feitiço ou alguma coisa.
-O que queres?
Ele levantou o braço e apontou um dedo para mim. Senti o meu corpo a ficar paralizado e a cabeça muito pesada. Senti uma voz a entrar na minha cabeça e depois não me lembro de mais nada. Senti que já não estava no meu corpo.

Shikamaru a narrar.

Aquela miuda...não compreende nada.
Cheguei a casa do tal carpiteiro que o Naruto tinha ajudado há 3 anos atrás. Bati à porta mas ninguém abriu. Minutos depois um miudo abriu a porta.
(Inari)- Que foi?
-Deves ser o Inari. O teu avô está? Konoha precisava dele.
(Inari)- Ah...és da vila do Naruto-nichan.
-Sim...sou. Está ou não?
(Inari)- Não. Ele foi fazer uns trabalhos fora. Deve voltar dentro de alguma semanas.
-Ah? ok...então.
Ele voltou para dentro.
-Ah...perdi o meu tempo a vir aqui e o velhote não está. Bom vamos voltar...a Naomi já deve estar à espera.
Corri até lá. Quando cheguei o nevoeiro já se tinha dissipado. Achei estranho. Tentei procurá-la mas não a via em lado nenhum.
(?)- Este corpo parecia melhor à primeira vista...mas para ser tão fácil de pegá-lo...tinha de ser fraco. Naomi...o nome da rapariga.
Olhei para o lado e a Naomi estava a rir-se loucamente. Parecia estar possuida.
-Naomi...O quem quer que sejas...deixa-a em paz.
Eu sabia que ia ser um erro trazê-la. Tsunade-sama...
(Naomi)- Este corpo foi fácil pegar emprestado. Ela não é grande coisa. Embora a sinta a gritar por dentro por ajuda...Shikamaru. Né?
-Bah...Naomi...tinha de ser né. Bom se não ma entregas de boa vontade...eu pego-a à força.
Fiz a técnica de posseção das sombras e peguei-a.
(Naomi)- Shikamaru-kun...né? Isso não fuciona em mim...tudo o que fizeres a ela é ela que paga, que sofre...não eu. Eu posso mudar de corpo quantas vezes quiser.
Naquela situação não adientava fazer quaisquer movimentos que maguassem o corpo da Naomi. Tinha de achar uma fraqueza no corpo original...uma que fizesse com que ela sobrivivesse e que ele se magoasse. Mas como?

Rock Lee





Imagens Temari Clássico/ Shippuden

Temari é irmã mais velha de Gaara e de Kankuro. Ela controla os ventos com o seu enorme leque e é considerada a mulher ninja mais cruel e fria.



Avant- Temari era inimiga de Konoha e não se deixa levar pelas suas emoções. Ela é fria nos combates e tem imensa estratégia. Ela é a irmã mais velha de Gaara e de Kankuro. No combate contra Tenten no exame chuunin, ela demonstrou grande pericia e capacidade de combate. Derrotando Tenten no fim. Na última etapa do exame elalutou contra Shikamaru saindo vencedora por desistência do Shikamaru mas ela perdeu contra as suas estratégias. No combate contra Tayuya ela demonstrou novamente as suas capacidades usando uma nova técnica usando uma fuinha.


Aprés- Temari é agora aliada de Konoha mas não mudando o seu feitio. Continua fria e cruel nos seus combates. Quando Gaara é capturado pelo Deidara e pelo Sasori, Temari fica preocupada e tenta ajudar mas é impedida já que a segurança na sua vila estava fraca, sendo obrigada a permanecer lá.


Próximo post: Kankuro

Feliz Natal minna

Desejo a todos um feliz natal...e que tenham o que pretendem...e tudo de bom...^^ Deixo-vos agora com um filme com uma musica de natal...Espero que gostem



Musica: Christmas Tree
Artista: Lady Gaga

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Primeiro capitulo...

O primeiro capitulo já foi postado na página de Konoha High School Fanfic...espero que gostem...o mistério da familia vai ser contado mais para a frente.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Sondagem fechada!

Como podem ter reparado a sondagem já fechou e apenas com 3 votos...(o blog está a evoluir aos pouquinho e devagarinho...mas ele vai lá!) e esses três votos foram "sim". Sim a quê? Pois...a fanfic de Konoha High School (KHS) foi oficialmente aceite pelos leitores do blog que apenas 3 deles responderem à sondagem...mas não interessa. Como tinha dito anteriormente uma nova página vai ser feita apenas para esta fanfic. O primeiro episódio vai ser postado amanhã...(dentro dos possiveis). Bom espero que as noticias vos agradem.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Imagens cómicas!! E videos...

Decidi postar algumas imagens do anime Naruto dos episódios mais cómicos que houve...espero que gostem!!

Imagens:






O grito! Asério quando vi este episódio ri-me tanto com esta cena!!
Videos:


espero que gostem...hihi

Fanfiction- Capitulo 7- "Culpada...?"

Fui para casa...embora o ataque tivesse parado, eu duvidava que eles desistissem...e o único jeito de conseguir que eles tivessem o que querem era levarem-me...para os seus estudos. Fiquei arrepiada só de pensar. Olhei para as ruas e algumas delas estavam destruidas, alguns edificios...mas o mais importante era que as pessoas estivessem a salvo. Entrei em casa...e reparei no enorme buraco no tecto.
-Só podem estar a brincar!! Asério? Não podias durar um bocadinho mais?
(?)- Já falas sozinha?
Olhei para  aporta que eu tinha deixado aberta. Era a Sakura.
-Sakura! Então no hospital já está tudo bem?
(Sakura)- Sim...as pessoas feridas já receberam os primeiros socorros e agora estão fora de perigo...porque será que atacaram.
-Eu...não sei.
Baixei a cabeça sentindo-me culpada. Aquela confusão toda era por minha causa.
(Sakura)- Bom parece que a tua casa já não está para nova...
-Pois...Eehe...eu já o arranjo. Vim só fazer uma coisa e vou já ajudar na reconstruçãod a cidade.
(Sakura)- A cidade podia estar pior. O que sofreu mais estragos foi a academia e o estádio...nada que não se resolva. Ouvi dizer que tens treinado com o Shikamaru.
- Sim...
(Sakura)- Estou admirada...ela acha tudo uma seca. Admiro-me mesmo.
-Ah ah...não digas isso...ele nem é assim tão "secante". Ele é simpático e ajudou-me bastante.
(Sakura)- Sério?! Bom temos pontos de vista diferentes.
Ela ia para sair mas eu disse uma coisa que a fez parar.
(Sakura)- Dizes isso porque ele é contra a busca do Sasuke e ele acha que não vale a pena traze-lo de volta e lutar por ele...e sabes...
Ela agarrou-me pelos colarinhos e encostou-me à parede fazendo balanço com a mão para trás e dando-me um murro...mas em vez de me acertar acertou na parede ao lado da minha cara. olhai de esguelha para o punho dela enterrado na parede.
(Sakura)- O Sasuke-kun é problema meu! Não teu! Não fales do que não sabes.
Eu engoli em seco e ela largou-me. Despediu-se e saiu como se nada tivesse acontecido. Eu deixei-me cair no chão ainda com os joelhos a tremer. Olhei para cima e o buraco na parede começou a rachar fazendo uma fenda. Mais uma coisa para arranjar. Sakura!!
Levantei-me e sai de casa. Fui para trancar a porta mas ela caiu para trás.
-Ah droga!!!
Deixei a casa assim e fui até a academia...lá estava o Sai com o Yamato-senpai e o Shikamaru.
-Olá...Qual é a situação?
(Shikamaru)- A situação é que nós temos uma missão...
-N-nós?!
(Shikamaru)- Sim...supostamente é o que nós! Significa...
-Pois...mas e a Ino e o Chouji?
(Shikamaru)- Anda...eu explico pelo caminho.
Ele agaroru-me pelo braço e eu fui arrastada com ele.
(Sai)- Quem é aquela? A namorada do Shikamaru?
Ele parou e olhou de relance para o Sai...
(Shikamaru)- Ela não é minha namorada! Apenas...amiga?!
Ele agarrou-me novamente e arrastou-me...mais uma vez!
Quando finalmente estavamos sozinhos eu puxei o meu braço rapidamente.
-Eu sei andar sozinha! Agora responde...onde é que a Ino e o Chouji estão e qual é a missão e...Amiga?! Asério?
(Shikamaru)-E?
-Nada...responde.
Ele começou a andar e eu andei ao lado dele ouvindo o que ele dizia.
(Shikamaru)- A Ino ficou no hospital a ajudar os feridos...o Chouji ficou a ajudar também. E a nossa missão é fácil. Temos de arranjar ajuda numa aldeia onde o Naruto fez missão à alguns anos atrás. Nessa aldeia mora um carpiteiro que a equipa do Naruto, naquela altura o Sasuke ainda fazia parte da equipa, ele está disposto a ajudar-nos. A viagem não demora muito mas pode ser perigosa.
-Então mas disseram-me que a aldeia não tinha sofrido muitos estragos.
(Shikamaru)- A academia, o estádio e mais alguns edificios...mas esses edificios são importantes. Mas porque é que eles atacaram?
Eu parei subitamente. Ele continuou alguns passos e depois olhou para trás.
(Shikamaru)- Algum problema?
-Eu...a culpa é minha! Se eu não existisse a aldeia não tinha sido atacada! Eu sou a causadora de tudo!!
(Shikamaru)- O que estás para ai a falar?
-A minha familia...a linhagem avançada...Eu! Tudo...o que eles querem sou eu...eu vou-me entregar!
(Shikamaru)- Estás louca? Não podemos! Nunca te iria deixar fazer isso!
-Mas eu causei este sofrimento todo para a vila é o minimo que posso fazer.
(Shikamaru)- És maluca! Não eras capaz...és fraca demais. Limpa os olhos e vamos.
-Olhos?
Eu tinha começado a chorar sem me aperceber. Sorri com desprezo para mim própria. Patética...mesmo patética...choras por tudo e por nada...criança.
Andei com a cabeça baixa atrás dele. Ele suspirou e virou-se para mim...
(Shikamaru)- Anime-te vá...se estiveres deprimida a viagem vai durar mais.
Eu sorri...
-Afinal preocupas-te comigo...
Ele não respondeu e virou as costas e começou a correr...
-Ah! Espera por mim!

Neji Hyuga







Imagens Gaara Clássico/ Shippuden

Gaara é como o Naruto. É portador de um Bijuu, que neste caso é o Shukaku. O Bijuu de uma cauda. Gaara faz equipa com os seus 2 irmãos a Temari e o Kankuro.




Avant- Gaara quando participou no exame chuunin ele era maldoso e nãos e importava com os sentimentos dos outros já que quando era pequeno, pelas mesmas razões de Naruto, era discriminado e visto como um monstro e ninguém se aproximava dele. A pessoa que ele pensava que podia confiar traío-o e ele gerou um ódio enorme por todas as pessoas. Quando o exame chuunin terminou, devido ao ataque de Orochimaru, Naruto convenceu finalmente Gaara que o amor podia existir e que ele tinha pessoas que podia confiar. Assim a Areia tornou-se aliada de Konoha e Gaara salvou Lee na busca de Sasuke.

Aprés- Gaara é o Kazekage. Nos primeiros episódios de Naruto Shippuden, Gaara foi atacado por Deidara que queriam tirar o Shukaku. Gaara acaba por morrer mas Chiyo (a avó de Sasori) com uma técnica de tranferência de vida consegue resuscitá-lo. Gaara acaba por se tornar notado e importante sendo ele tendo uma importante decisão na reunião dos Kages onde foram atacados por Sasuke e a sua equipa. Gaara tenta abrir os olhos de Naruto para o que Sasuke se tornou mas ele não lhe liga...(ufa foi o que eu escrevi mais ^^)

este simbolo (Ai) Significa amor. Gaara escreveu amor na sua testa com areia c«quando foi atacado pela pessoa que mais confiava e a partir daí convenceu-se que o amor era uma coisa ficticia...até conhecer Naruto.



Próximo post: Temari


sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Fanfiction- Capitulo 6- Ataque!

Com a confusãod e ontem acabei por adormecer no sofá. Acordei com o estrondo de uma explosão. Levantei-me rapidamente e dirigi-me à rua. Ainda era de noite. O fumo não se conseguia ver na escuridão mas as chamas eram vistas por cima do telhado da minha casa. Corri para o meio da rua para tentar ver. Senti alguém a pousar-me a mão no ombro. Eu virei-me e era o Naruto.
-O que se passou?
(Naruto)- Não sei...mas parece vir da academia. Vamos lá ver.
-O-ok...
Corri atrás dele. Ele foi até ao escritório da Tsunade-sama.
-Naruto não era para ir ver o que se passou?
(Naruto)- Primeiro tenho de saber se é um ataque...
Quando ele acabou a frase um ninja caiu na nossa frente armado. O Naruto empurrou-me para trás e atacou-o. Com o Rasengan o ninja inimigo afastou-se caindo inconsciente. O Naruto aproximou-se e viu se ele tinha alguma coisa que o identifica-se.
(Naruto)- Vila do som...
Eu aproximei-me do Naruto e espreitei por cima do ombro dele.
(Naruto)- Vamos!
Eu comecei a correr e quando chegamos ao escritório da Tsunade-sama o Naruto entrou sem nenhum aviso prévio.
(Naruto)- Tsunade obaa-chan! O que está a acontecer.
(Tsunade-sama)- Estamos sobre ataque! E em vez de vires fazer perguntas obvias vai ajudar...eu vou ver o que posso fazer.
O Naruto resmungou alguma coisa entre dentes e saiu batendo a porta com força.
-O que eu posso fazer?
(Tsunade-sama)- Nada!
-Mas...quem é que nos está a atacar?
(Tsunade-sama)- Provavelmente o Orochimaru.
Orochimaru? O que tem o Sasuke? Porquê?
-Porquê?
(Tsunade-sama)- Achas que sabemos? Sai mas é daqui e vai proteger os habitantes!
-S-sim...
Sai dali a correr e fui para o meio da cidade. Os ninjas de Konoha enfrentavam os outros e eu apenas podia ajudar os habitantes.
-Vão para um lugar seguro. Eu tenho de os ajudar...
Gritei para a multidão...eles correram até às grandes estátuas dos rostos dos Hokages onde era os esconderijos quando a vila estava sob ataque. Corri...embora não soubesse para onde. Apanhei um ninja a colocar um selo explusivo. Corri para ele e mandei-o ao chão agarrando-o de lado. Cai em cima dele. Ele olhava para mim com fúria enquanto me empurrava.
Ele empurrou-me e eu cai de costas no chão. Levantei-me e uma kunai passou-me pelo ombro cortando-me. Virei-me para trás e o Kiba tinha mandado uma kunai que tinha acertado no inimigo...cortando-me também.
O Kiba caiu de joelhos no chão. Estava cansado...era normal que erra-se e que me feri-se. Pûs a mão no ombro e andei até ele.
-Kiba estás bem?
(Kiba)- S-sim...desculpa essa cena do corte.
-Na boa anda...
Agarrei-o às cavalitas e levei-o para um sitio seguro. Deixei-o no hospital onde a Hinata e a Sakura estavam apressadas.
-Sakura cuida dele.
(Sakura)- Espera...Estás ferida. Deixa-me ao menos por uma ligadura ou algo de género.
Sentei-me no banco e ela pôs uma ligadura em volta do braço. Quando acabou eu levantei-me e dirigi-me à porta. Alguém me agarrou pelo ombro. Virei-me para trás e era o Shikamaru.
(Shikamaru)- Onde pensas que vais?
-Eu tenho de ir ajudar! Não quero sentar-me e não fazer nada!
(Shikamaru)- Não estás pronta. Fica aqui.
Eu sacudi-lhe a mão e sai.
(Shikamaru)- Naomi!
Desculpa Shikamaru mas não vou ficar sentada enquanto a vila é atacada! Não nenhuma cobarde!
Parei no meio da aldeia. Parecia que as explosões já tinhas parado. Talvez já tivessem recuado. O sol já estava a nascer...algumas horas depois já era pleno dia.
(?)- Naomi!!
Vieri-me para trás e a Ino vinha a correr na minha direcção.
-O que queres? Não tenho tempo para conversas!
(Ino)- Não sejas parva. A Hokage pediu para te chamar!
-A mim?
Corri para o escritório. Abri a porta e perguntei o que se passava.
(Tsunade-sama)- Ino deixa-me a sós com a Naomi.
A Ino saiu e eu fiquei com a Tsunade-sama apenas.
-Queria falar comigo?
(Tssunade-sama)- Soube agora de um relatório de um dos nossos ninjas que os ninjas do som que atacaram esta noite estavam à procura de sobrevivêntes do clã Kuchine...
-Kuchine? O meu clã?! Para quê?
(Tsunade-sama)- Não sabemos.
-Ma-mas! Porquê? O que é que se passa! É por causa da linhagem não é? É não é?!
(Tsunade-sama)- Não sabemos de nada...ainda. Mas quando soubermos dizemos-te alguma coisa. E...outra coisa...
Ela abriu uma gaveta da secretária e tirou um frasco com uns comprimidos pequenos pretos.
(Tsunade-sama)- Toma...queria entregar-tos ontem mas quando fui perguntar por ti ao Shikamaru ele estava estranho...não sabes o que se passou...pois não?
Eu ergui as sobrancelhas e o meu rosto ficou quente.
-Não! Não sei de nada!- Disse enquanto abanava as mãos no ar em sinal de negação.
-Para que serve os comprimidos?
(Tsunade-sama)- Fazem a tua linhagem recuar por alguns minutos...tempo suficiente para te acalmares...Sempre que te começares a exaltar tomas um destes e o teu organismo é obrigado a agir para te controlares. Demorou tempo mas consegui. Agora estás autorizada a ir em missões...como qualquer outro ninja.
Eu arregalei os olhos de contentamento.
-Obrigada!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Video- Homenagem às Kunoichis (Raparigas ninja)

Amei este filme...tem muitos efeitos e é apenas dedicado às raparigas do Naruto...Espero que gostem

Musica: Circus
Artista: Britney Spears

domingo, 11 de dezembro de 2011

Fanfiction- Capitulo 5 "Treino? Com ele?!"

Dois dias depois saí do hospital. Ainda não tinha tido nenhuma visita. Bom ninguém conhecia a minha existência apenas a Sakura, Naruto e a equipa 10 mas eles deviam ter mais que fazer do que me ir ver ao hospital. Agarrei nas minhas coisas e sai dali. Enquanto me encaminhava para casa passei por uma loja que tinha decorações para casa. Fiquei a olhar para a montra e pensei no mau aspecto que a minha tinha. Devia comprar uma lata de tinta e dar-lhe uma pintadela. Bem precisa. Entrei na loja e comprei uma lata de tinta e um rolo para conseguir pintar.
-Obrigada!
Sai da loja e dirigi-me para casa. Entrei e mudei de roupa. Vesti umas calças e uma camisola de manga curta. Atei o cabelo e pus um boné já que ia ficar algum tempo na parte de fora da casa. Agarrei no balde da tinta e sai. Fechei a porta e pus mãos à obra.
Talvez 1 hora depois tenha acabado.
-Pronto já está!
(?)- Já acabas-te?
-Ah?
Virei-me para trás com o rolo da tinta apontado para fora e quando me virei passei-o pela camisola de quem me tinha falado.
-Oh meu deus! Desculpa! Não te vi...quem és tu mesmo?
olhei para cima e a cara do Shikamaru estava um bocado fula.
(Shikamaru)- Não podias ter mais cuidado?
-Sim...mas foi sem querer.
(Shikamaru)- Estou aqui como prometido...
-Ah? Desculpa essa passou-me ao lado. Como o quê? Tinha-mos prometido alguma coisa?
(Shikamaru)- Treinar! Ficou combinado. Bom mais ou menos. Eu passei agora pelo escritório da Hokage e ela disse-me que já tinhas saido do hospital. Ou seja estavas boa para começar com os treinos.
-Ah...agora?
(Shikamaru)- Sim.
-Ok eu vou só mudar de roupa então. Eu venho já.
(Shikamaru)- Vai ter à academia. Sabes onde é?
-Sim...claro que sei. Ah e desculpa essa cena da camisola.
(Shikamaru)- Pois, pois.
Entrei em casa e pousei a lata na cozinha.Entrei no quarto e mudei de roupa. Vesti a roupa do dia-a-dia. Comi qualquer coisa antes de sair e corri até à academia. Entrei na parte onde os miúdos treinavam. Estava vazio. Sentei-me enquanto esperava. Ouvi a porta a abrir. Era ele.
(Shikamaru)- Já aqui estás? Foste rápida!
-Sim. Vamos começar.
(Shikamaru)- Sim.
Ele aproximou-se de mim e eu levantei-me. Pus-me na frente dele. Ele recuou um passo e começou a correr na minha direcção em punho. Eu deviei do soco dele assim como ele desviou do meu baixando-se eu baixei-me e fiz-lhe uma rasteira mas ele saltou e pulou para trás para manter o equilibrio. Eu levantei-me e corri para ele e apoei-me numa mão fazendo rodar o meu pé à altura dos ombros dele. Ele meteu o braço de lado para defender e agarrou-me o pé com a outra mão. Com o outro pé tentei acertar-lhe no estomâgo mas ele foi mais rápido do que eu e rodopiou o meu pé obrigando-me dar a volta ao meu corpo no chão.
(Shikamaru)- Então não te soltas?!
-Se me largasses o pé era mais fácil.
Ele largou-mo e pulou novamente para trás. Eu levantei-me e corri para ele socando o ar. Quando finalmente o ia acertando ele protege a cara com a mão e vira-me o braço para trás agarrando me o pulso encostando-o no fundo das minhas costas.
(Shikamaru)- Desistes?
Eu lancei a cabeça par atrás e bati-lhe no peito já que era mais baixa que ele. Tirei uma kunai e com a outra mão apontei-lha ao pescoço. Ele largou-me e lançou uma kunai na minha direcção eu baixei-me para ela não me acertar mas quando me levantei levei com o soco dele na cara.
Cai para trás com o impulso e passei com as costas da mão na boca. Levantei-me mas ele socou-me novamente. Cai no chão.
(Shikamaru)- Defende-te!
-Como? Se nem me deixas levantar?
Ele calcou o pé no meu pescoço sem fazer força.
(Shikamaru)- Se fossem inimigos já tinhas morrido sufocada.
Eu agarrei-lhe o pé e fiz balanço com ele para trás. Ele cochiou dois passos atrás dando-me oportunidade para o socar uma vez. Ele recou um passo atrás com o impulso. Dei-lhe vários socos alguns deles eram defendidos mas outros nem por isso. Ele teve a oportunidade de me agarrar o pulso e pos-me novamente o braço atrás das costas e encostou-me à parede mais próxima com alguma força. Eu deixei-me ficar assim.
(Shikamaru)- Ei? Ainda estás consciente?
Eu não respondi.
Ele virou-me para ele e pos-me as mãos na cara. Eu nem tinha reparado que estava a chorar.
(Shikamaru)- Então? O que se passa?
-Nem para isto sirvo! Como vou conseguir ser bem sucedida em missões.

Ele largou-me e sentou-se no chão. Eu deixei-me cair também ficando sentada ao lado dele.
(Shikamaru)- Eu tmabém não sou assim tão bom ninja.
-Eu sei.
(Shikamaru)- Bom...mas o importante é que penses que consegues. Se tiveres o auto-estima em baixo é pior. Agora vá ataca-me com tudo o que tiveres.
Eu levantei o braço devagar e dei-me um murro no ombro sem força nenhuma.
(Shikamaru)-Só isso? Com mais força.
Ele levantou-se e puxou-me. Eu cai em cima dele. Dei um passo atrás e recompus-me.
Ele afastou-se e fez a técnica da imitação das sombras.
(Shikamaru)- É melhor tentares fugir delas senão se eu te apanho ponho-te a fazer figuras de idiota.
Eu comecei a rir e a correr para os lados. Ele mudou o selo que fazia com as mãos e a sombra espandiu-se em várias dificultando-me o trabalho. Obrigando-me a saltar de um lado para o outro e a dar piruetas. De repente o meu corpo não se mexia.
(Shikamaru)- Imitação das sombras...sucesso!
-Ah? Eu não tirei vista delas. Como pode?
(Shikamaru)-Estavas tão obcecada com as sombras que vinham na tua direcção que não reparas-te na que vinha atrás de ti.
-Bolas...e agora o que vais fazer?
Ele aproximou-se e assim que ele se aproximava eu também me aproximava.
-Isto é desconfortável. Podes soltar...por favor.
Eu estava em frente a ele e ele desfez a técnica.
(Shikamaru)-Já chega por hoje...
-mm...ok então.
Ele virou costas mas eu impediu-o que saisse agarrando-o pelo ombro. Ele virou-se e eu aproximei-me dele. Os meus lábios aproximaram-se dos dele e tocaram-lhe levemente...com algum medo. O beijo prolongou-se. Eu afastei-me e fiquei a olhar para o chão. Não sabia o que dizer. Corri dali para fora. Corri para casa. Bati com a Sakura pelo caminho.
-Desculpa Sakura. Não te vi.
(Sakura)- Não faz mal. Onde vais com tanta pressa...
-Para casa! Eu tenho de ir!
(Sakura)- Ok...então.
Entrei em casa e fechei a porta com força. Sentei-me no sofá...
Ok acalma-te já o fizes-te não podes voltar atrás! Se podesses era bom! Era óptimo! ah...o que será que ele pensou! "Olha esta é louca! Beija, foge e ainda pensa coisas riduculas! Louca..." É isso que ele deve estar a pensar. De certeza! E amanhã como vai ser do treino? Como vou conseguir olhar para ele. Burra Naomi! Nunca mais vais conseguir tornar-te uma ninja normal!

Fanfic Konoha High School?

Estive a pensar e pensei em criar um fanfic sobre KHS (Konoha high School) que fala sobre os alunos de Konoha os que aparecem na série mas com uma vida normal. Andam no liceu, saiem à noite e têm os seus conflitos entre eles. Então eu pensei em criar uma página só para essa Fanfic. Eu invento a Fanfiction como tenho feito com as outras...o que acham? Eu vou lançar uma sondagem até dia 20 para o primeiro capitulo ser pensado muito bem e ser lançado dia 25 (se poder). Se poderem votar agradecia.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Shino Aburame







Próximo Post: Neji

Kiba Inuzuka Tribute


Musica: Faint
Artista: Linkin Park
Personagem: Kiba Inuzuka & Akamaru

Imagens Tenten Clássico/ Shippuden

Tenten é a nossa "artesã" das armas. Ela pode invocar vários tipos de armas quantas vezes quiser usando pregaminhos. Ela sempre quis ser como a Tsunade. Forte e determinada. Queria ser uma ninja lendária.




Avant: Tenten sempre foi uma ninja de armas. É decidida e forte. Quando lutou com Temari na 3ª fase do exame Chuunin ela perdeu a esperança e pensou que era fraca mas conseguiu ultrapassar isso.

Aprés: Tenten continua forte e lida ainda com armas baseando os seus jutsus nelas. Ela ajuda Lee nos seus treinamentos usando as suas armas. É a única rapariga dentro das quatro (Sakura, Ino, Hinata e Tenten) que não usa jutsus medicinais. O seu time é composto por Neji e Lee.

Próximo post: Gaara 

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Video


Musica: Tik Tok
Artista: Ke$ha

Espero que gostem...

Fanfiction- Capitulo 4- "Perigo de vida!"

Eu fui sempre atrás do Shikamaru olhando sempre para os lados com medo que alguma coisa me atacasse ou algo assim...
(Shikamaru)- Ok...assim não chegamos a lado nenhum. Não podes estar sempre a parar por nada.
-E-eu sei. Mas esta cena dos mortos-vivos não me agrada...
(Shikamaru)- Se queres ser uma ninja...age como um. Tens de perceber a presença deles antes que eles te encontrem.
-Fácil de falar.
(Shikamaru)- Toma.
Ele deu-me uma pequena espada que ele transportava nas costas, para as mãos. Agarrei-a e apertei-a como se a minha vida dependensse daquele objecto que se encontrava nas minhas mãos.
(Shikamaru)- És mesmo estranha. Fica aqui junto a esta árvore...eu volto já.
Ele começou a correr em direcção à cidade.
-Não demores!
Ele olhou para trás e apenas sorriu. Sentei-me no chão com as costas encostadas à árvore com a pequena espada nas mãos. Olhava para os lados sempre que ouvia um barulho. Às vezes eram os barulhos da própria natureza outros...era eu mesma que me assustava com os barulhos que eu emitia. Susseguei pensando que não me podia enervar para não esperar o pior. Respirei fundo três vezes seguidas e descontrai um bocado. Minutos depois já me sentia normal. Ouvi um barulho por detrás da árvore onde eu estava. Espreitei por detrás da árvore e vejo um dos mortos a aproximar-se a cambelear.
Oh não...o que faço?
Levantei-me de repente e comecei a andar para trás. Com a corrida para trás sem ver o que estava atrás de mim tropecei numa pedra e cai sentada no chão. Abri os olhos e o monstro já estava agarrado ao meu pescoço.
-Não! Afasta-te de mim! Larga-me!
Eu tinha as palmas apoiadas no chão onde a espada pequena estava presa (ás minhas mãos) e apenas o afastava com um pé.
-Sai daqui!
Ele deu impulso para a frente e ficou em cima de mim. Eu larguei a espada e agarrei-o nos ombros tentando, em vão, afasta-lo de mim. Vi um sombra a passar por cima de mim e a cortar o monstro ao meio.
 Aquilo parecia tudo a correr em camara lenta. O morto caiu no chão e o Shikamaru pôs-se em pé. Ele virou a cara para mim desampontado.
(Shikamaru)- Porque é que achas que te dei isto?
Ele apontou a espada para mim. Ele tinha-a apanhado do chão para atacar o monstro.
(Shikamaru)- Era para te defen...
Ele parou de falar e ficou a olhar para o meu ombro. Fiquei sem perceber o porquê de ele estar a olhar para lá. Desviei o olhar dele e coloquei-o no meu ombro que sangrava. Antes de ele matar o zombie...ele tinha-me mordido...sem eu ter notado.
O Shikamaru aninhou-se ao pé de mim e baixou-me a gola da camisola até ao ombro. Quando ele viu o estado do ombro fez um estalinho com a lingua.
(Shikamaru)- Tira a camisola.
-O-o...quê?
(Shikamaru)- Faz o que te digo e rápido.
Enquanto eu tirava a camisola ele tirou da bolsa umas liagaduras.
Ele levantou-me o braço e atou-me uma ligadura em volta do ombro. Depois de ele ter terminado com os curativos mandou-me vestir.
(Shikamaru)- Temos de despachar isto rápido.
Quando ele terminou de falar uma luz subiu ao céu vindo do lado oposto onde nos encontravamos.
-O que foi aquilo?
(Shikamaru)- Mhumm...Ele conseguiram eh? Anda. Vamos lá.
Ele nem me respondeu à pergunta...é mesmo!
Levantei-me e corri atrás dele. Quando chegamos o Izumo e o Kotetsu estavam com um homem atado aos pés.
(Izumo)- Era este palhaço que andava a fazer o que fez. Pelos vistos não era forte o suficiente.
(Shikamaru)- Não é bem assim...ela foi atacada por um deles e foi ferida...pelos vistos causou estragos suficientes.
-Desculpem a confusão.
(Shikamaru)- Vamos para Konoha...antes que isso infecte.
-O-ok...
O Shikamaru agarrou pelos colarinhos o homem e disse para ele desfazer a técnica. O homem com apenas duas palavras desfez a técnica. O Shikamaru levou o homem às costas e voltamos para Konoha.
-E-esperem...Eu não me estou a sentir muito...
Antes que podesse acabar a frase cai de joelhos no chão e o sangue começou a correr-me pela boca.
(Shikamaru)- Bolas...Izumo leva-a às cavalitas! Temos de nos despachar!
(Izumo)- S-sim...
Ele agarrou-me e pôs-me nas cavalitas. Eu agarrei-me à camisola dele com força apertando-a bastante. As dores de estomâgo aumentavam a cada segundo assim como o meu ombro que parecia estar em chamas. Eu gritava com dores e apertava a camisola dele para me controlar. Os meus olhos começaram a ficar vermelhos e a deitar sangue...a linhagem avançada estava a tomar controlo de mim.
-D-depressa...não aguento mais.
(Izumo)- Tem calma...já chegamos.
Abri os olhos e o hospital já estava à vista. Já tinhamos chegado a Konoha. O Shikamaru já não estava connosco...assim como o Kotetsu se tinha retirado. O Izumo entrou à pressa e pediu um quarto. Deitaram-e numa cama e tiraram-me a camisola. Eu gemia por todos os lados. Apertava os lençóis da cama e esperneava. Ouvi a voz da Tsunade-sama a aproximar-se.
(Tsunade-sama)- Afastem-se...eu cuido dela.
As pessoas da sala sairam todas e apenas ficou ela e uma médica que me agarrava nos pulsos para me deixar quieta.
(Tsunade-sama)- Naomi! Tens de estar quieta se queres ficar bem!
-N-não consigo...Doi-me muito!
Virei a cara para fora da cama para vomitar. Abri os olhos e apenas sangue tinha saido da minha boca...A médica tirou-me as ligaduras do ombro e levou as mãos à boca. Comecei a ver tudo desfucado e as luzes a ficarem muito brilhantes e distantes. Acabei pos desmaiar.

Acordei já sem dores. Apenas dorida. Tentei sentar-me na cama mas mal levantei a cabeça comecei a ficar zonza. Deitei-me novamente. Tira o ombro ligado. Ouvi a porta a abrir. A Tsunade e o Shikamaru entraram.
(Tsunade-sama)- Vejo que já acordas-te.
-Sim...obrigado pelo que me fez.
(Tsunade-sama)- Agradece ao Shikamaru...foi ele que me contou o que aconteceu, e foi ele que tomou os primeiros socorros.
-Obrigada.
(Tsunade-sama)- Mas eu avisei-te! Era a tua primeira missão! Não estavas preparada! Apartir de agora vais treinar para estares pronta. Ele vai ajudar-te!
(Shikamaru)- O que? Quem? Eu?
(Tsunade-sama)- Sim! Não te esqueças que foste tu que a solicitas-te para esta missão. És tanto responsável como ela...por isso esta é a minha consição para repores o que fizeste.
Eu juro que não a percebo! Primeiro diz-me para ir ter com ele para conseguir uma missão mas depois atira à cara que a culpa é minha e dele! É mesmo...
(Shikamaru)- Que problemática que tu me saiste!
Disse ele quando a Tsunade-sama saiu.
-Desculpa.
(Shikamaru)- Pensas o quê? Que vou ser a tua ama para sempre?
-Olha escusas de estar a falar-me assim! Até parece que tenho a culpa!
Eu sentei-me na cama e agarrei-lhe a gola da camisola.
-Foste tu que me meteste na missão!
(Shikamaru)- Ok ok...desculpa lá o mau feitio. Mas...o que queres tive medo que morresses...
Eu larguei-o e afastei-me deitando-me na cama de costas para ele. Sem ele ver pus a mão na cara e ela estava a escaldar.
(Shikamaru)- ...já não era a primeira vez que perco um companheiro...e é dificil ve-los morrer.
Com-companheiro? Claro estúpida! que mais ele devia estar a falar? Pensas o que? Que ele gosta de ti? Cresce miuda!
Virei-me para ele com os lençóis puxados até ao pescoço.
-Deve ser dificil.
(Shikamaru)- Sim...Bom eu tenho de ir...
Ele virou costas e eu fis o mesmo. Fiquei debaixo dos lençóis.
-Obrigada...por me ajudares.
(Shikamaru)- De nada.
Ok a minha intenção não era ele ouvir! Quer dizer que ele ainda está aqui no quarto?!
Levantei a cabeça rapidamente e virei-me para a porta que já se encontrava fechada. Ele já tinha saido. Deixei-me cair para trás em cima da almofada e fiquei a olhar para o tecto. Cizento e com uma lampada no meio que iluminava o quarto.
-Que estúpida! Nunca gostas-te de ninguém e agora?! Vais gostar? 

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Fanfiction- Capitulo 3- A primeira missão!

Acordei com a claridade que havia no quarto...tinha-me esquecido de fechar o estore...desviei o olhar para o despertador onde marcava 7:22. Sentei-me na cama lentamente levando os lençoís atrás puxando-os até a barriga. Esfreguei as mãos nos olhos e espriguiçei-me. Levantei-me e caminhei até à janela para baixar o estore. Fecheio e deicei-me cair para trás em cima da cama. Fintei o tecto que agora não se via...o quarto estava totalmente escuro apenas uma pequena ranhura de luz penetrava no quarto que provinha da porta. Daqui a algumas horas vai começar a minha primeira missão e eu não faço ideia como seja...devia estar mais nervosa do que estou...não sinto nada, nem ansiadade. Levantei-me calçando os chinelos e dirigi-me à casa de banho onde pus a àgua a correr para tomar um duche. Olhai-me ao espelho e uma olheiras enormes manchavam debaixo dos meus olhos...Não dormi nada de jeito...e não sei porquê. Não deve ter sido por causa de hoje...apenas tenho medo.
Reparei que a àgua já tinha aquecido e despi-me e enfiei-me dentro da banheira. O chuveiro pendurado na parede escorria água pelo meu corpo tirando-me a preguiça e a sonolência. DEpois de tomar banho vesti-me e fui comer. Com isto fizeram-se 8 horas. Preparei algumas coisas para a missão como kunais e etc...Sai de casa e...não sabia bem onde ir.
-Ok a única coisa que o Shikamaru disse foi..."Vem ter comigo amanhã" ou algo do género. Mas ir ter com ele a onde?
(Ino)- A falar sozinha? Sabes isso nunca é bom sinal...
-Só é mau quando respondes a ti própria...o que queres?
(Ino)- Pelo que percebi vais em missão com o Shikamaru?
-Sim e depois?
(Ino)- Não achas que o melhor sitio para o esperares é no escritório da Hokage?
-Err...bem. Sim tens razão. Vou andando então.
(Ino)- Boa sorte...
-Não preciso...Preciso mais que isso...
Encaminhei-me até ao escritório. Pelo caminho encontrei o Kiba...nunca tinha falado com ele.
(Kiba)- Ei precisas de ajuda?
Eu olhei para trás de mim...e depois percebi que ele estava a falar comigo.
-Estás a falar comigo?
(Kiba)- Sim...Com quem mais eu devia estar a falar?
-Eu sei lá. Não não perciso...mas obrigada.
(Kiba)- És de cá? Nunca te tinha visto...
-Olha eu não tenho tempo para estar aqui no paleio...tenho de ir se não te importas...
Virei costas e corri até ao escritório onde entrei sem bater. A Tsunade-sama ficou a olhar para mim.
-D-desculpe.
Eu sai de novo e bati e depois é que entrei.
Ela olhou-me como quem estive a olhar para alguém absolutamente maluco.
(Tsunade-sama)- bahh o que queres Naomi? Não falamos já tudo?
-S-sim...mas eu já arranjei uma missão para hoje...você sabe...com o Shikamaru.
Ela olhou-me admirada...
-Ele não falou consigo...pois não?
(Tsunade-sama)- Nem por isso.
-ahh...então eu hoje vou com ele e com a equipa dele numa missão para ver como me safo...e se tudo correr bem eu fico com ele...na equipa.
(Tsunade-sama)- Tu vais na missão de hoje?
-Sim...qual é o problema?
(Tsunade-sama)- Não sabes qual o conteudo da missão...pois não?
-Agora que você fala nisso...não sei, não.
(Tsunade-sama)- Uns relatos estranhos chegaram à nossa vila ontem a meio da tarde. Uma vila está a ser atacada pelas pessoas que já morreram. Alguém as controla. Quando o pedido me foi feito eu não sabia quem mandar mas o Shikamaru ofereceu-se já que não tinha nada para fazer e sugeriu uma equipa...e apenas nos falta um elemento...e esse elemento és tu. Tens a certeza que queres ir na missão.
Mortos-vivos? Ok tem calma e respira fundo...não queres que nenhum desastre aconteça.
-Sim senhora! Eu estou pronta! Cala-te grande boca! Não estás pronta...És mesmo uma boba! Para que é...
Fui interrompida pelo bater na porta. Olhei para trás e o Shikamaru abriu a porta seguido de Kotetsu e Izumo. O par cómico e estranho...por assim dizer.
(Shikamaru)- Tsunade-sama estamos prontos para a missão...apenas nos falta a...
Ele interrompeu a frase ao ver-me.
(Shikamaru)- Ninguém...podemos ir...com a sua autorização.
(Tsunade-sama)- Sim...Vaiam lá. Shikamaru. Toma conta dela. Se algo acontecer...voltem logo. Ela não pode estar muito tempo no estado de linhagem avançada...senão...
-Tsunade-sama! Eu sei controlar-me. Aquilo não vai voltar a acontecer. Eu prometo!
(Tsunade-sama)- Sabes controlar-te? Como da outra vez com a Ino? Chamas a isso controlo.
(Shikamaru)- Naomi...temos uma missão. Vamos andando.
Eu virei costas sem responder à Hokage e fui a primeira a sair pela porta. Quando virei a esquina dei um murro na parede para me controlar.
Tem calma...nada vai acontecer...tens de acreditar! Pensamento positivo! Pensamento positivo...ou não! Vamos tu consegues!
(Izumo)- Ei...estamos à tua espera!
Abri os olhos e eles continuavam a caminha sem me esperar.
-ah...sim eu vou já!
Corri para os conseguir apanhar.
(Shikamaru)- Estás bem?
-Eu? Sim...
(Shikamaru)- Ve lá...se não te conseguires controlar diz-me que ficas aqui em segurança...não te quero ver lá descontrolada e a transformar-te em algo que eu não conheço.
-Estás a chamar-me louca? Pois é o que parece...eu consigo controlar-me! E muito bem! Melhor do que imaginas apenas preciso respirar fundo e dar um murro em alguma coisa...
(Shikamaru)- Pois estou para ver.
Saimos da cidade e algumas horas depois chegamos a uma cidade que estava rodeada de fumo e de chamas...Os meus olhos começaram a arder e eu fui forçada a esfrega-los.
(Kotetsu)- Vamos entrar devagar...para que não nos vejam.
-Grande ideia génio...até ai já tinhamos todos chegado.
(Shikamaru)- Esta técnica deve ser controlada por alguém de Terra. Temos de nos separar. Izumo e Kotetsu...vocês vão juntos...já que se dão tão bem. Naomi vens comigo. Não te quero ai sozinha...vais arranjar problemas. Já que não tens experiência em missões.
-Não me trates como um bebé.
(Shikamaru)- Se encontrarem alguma coisa de invulgar dêm sinal com o que vos dei a bocado.
(Izumo)- Certo.
(Kotetsu)- Ok...
(Shikamaru)- Vamos lá...

Os Casalinhos da série...

Pois é durante a série inteira surgiram vários casais que alguns deles faziam sentido mas outros...bem...nem por isso. Por isso vou deixar aqueles que conheço e deixo algumas imagens...e no dia 14 de Fevereiro eu faço um post melhor já que é o dia dos namorados ^^ Deixo vos agora com alguns deles.

Sakura e Sasuke (SasuSaku)


Naruto e Hinata (NaruHina)




Naruto e Sakura (NaruSaku)



Kiba e Hinata (KibaHina)





Shikamaru e Temari (ShikaTema)


Shikamaru e Tayuya (ShikaTayu)


Sai e Ino (SaiIno)




Qual é que mais gostam? eheh um dos meus preferidos e o ShikaTema ^^